Vida do Rei do Pop, Michael Jackson, é apresentada em espetáculo teatral

Considerado um dos ícones da música mundial, devido ao grande impacto dos seus álbuns, o artista norteamericano é uma das referências quando falamos de música. Além de um timbre de voz inconfundível, a sua coreografia serviram de referência para gerações inteiras e revolucionaram a música popular.

Com uma vida marcada pela arte, o rei do Pop iniciou sua carreira aos onze anos de idade, no grupo musical da sua família, os Jackson 5. Desde então já era um sucesso, mas foi como solista que brilhou, ao interpretar o grande sucesso Thriller, o álbum mundialmente mais vendido de todos os tempos.

Ao influenciar gerações com seu estilo musical e seus espetáculos, que misturavam música e teatro, se tornou um objeto importante no contexto transdisciplinar do ensino das artes. Mas ao ampliarmos a nova visão educativa, a inspiração do artista também exerce, até os dias atuais, um papel fundamental no ensino da língua inglesa, segundo a metodologia aplicada no Centro Educacional Século.

Tendo como proposta a inserção do inglês no cotidiano das crianças, a realização de um evento deste porte explora com brilhantismo a prática do idioma. “Sempre trabalhamos a música porque a gente acredita que é a forma mais fácil de se adquirir a oralidade do idioma”, afirma Rosileli Rocha, professora de inglês do Centro Educacional Século.

Segundo Rocha, a realização do evento ainda possibilitou a inclusão de crianças da educação infantil ao ensino fundamental I. “Esse foi o desafio, fazer essas crianças cantarem em inglês, sincronizarem a música com o teatro”, afirmou.

Nesse cenário, a história do rei do pop, trabalhada no contexto da transdisciplinaridade, possibilita a compreensão do mundo por meio do privilégio à aplicabilidade do conhecimento. Em outras palavras e segundo o filósofo e sociólogo Edgar Morin, “a transdisciplinaridade é o que possibilita, através das disciplinas, a transmissão de uma visão de mundo mais complexa”.

Assim, a junção do Inglês, a música e o teatro diminuem suas fronteiras em prol da aplicabilidade do conhecimento aprendido em sala de aula. Segundo a diretora acadêmica da escola século, Nivia Carvalho, “tudo o que tem acontecido durante o ano inteiro é para reforçar que a gente investe não só na parte tecnológica, mas que valorizamos as atividades e competências dos nossos alunos do século XXI”.

A diretora ainda resgata que é visível, a partir da desenvoltura das crianças nas apresentações, “enxergar que temos um desenvolvimento dessa postura e de tudo que eles aprendem nesses eventos”.

O musical Michael Jackson é a atividade que encerra o ano letivo da instituição, “mas também é o convite para 2018. Para que possam retornar trazendo novas pessoas para conhecerem o que fazemos aqui, porque não é nada mágico e sim tudo muito concreto e feito com muito carinho e dedicação”, finalizou Carvalho.

Acesse o álbum completo do Evento AQUI